1780457_636895453042026_1057394385_o

Hoje, tivemos as duas partidas que fecharam as partidas de ida das quartas de final da Champions League, a competição mais importante da Europa e arrisco dizer que o melhor torneio do mundo pela qualidade técnica e tática que os times apresentam dentro do gramado.

O destaque da coluna é para o jogo no Santiago Bernabéu, a tentativa de uma vingança do Real Madrid contra o Borussia Dortmund (o time alemão eliminou os madrilenhos na última temporada, na semi-final) e os espanhóis conseguiram ficar com um pé na vaga pois sob a batuta do melhor do mundo, Cristiano Ronaldo, o Real fez um sonoro 3 a 0 e levantou a sua torcida.

O primeiro gol foi marcado pelo galês Gareth Bale, jogador mais caro da história do futebol, o segundo foi feito por Isco e o terceiro a balançar as redes foi justamente CR7, que se tornou ainda mais histórico do que já é. Considerado um dos melhores jogadores de todos os tempos, Cristiano marcou hoje o seu 14º gol na Champions League desta temporada de 2013/2014, se tornando o maior artilheiro de apenas uma edição. O brasileiro naturalizado italiano Mazola e ao argentino Lionel Messi, ambos também tem 14 gols em uma edição.

Se os galáticos forem até a final, ainda tem mais quatro jogos para atuar: alguém tem alguma dúvida de que o dono da Bola de Ouro vai fazer mais gols e ultrapassar essa marca histórica?

Outro fato interessante é que nesta quarta-feira (02), ele saiu de campo com pouco mais de 20 minutos, na segunda etapa, sentindo algumas dores e deu a vaga para o brasileiro Casemiro. Esta foi a primeira vez que Ronaldo foi substituído em um jogo de Liga dos Campeões nas últimas três edições da competição.

No outro jogo:

O Paris Saint-Germain sofreu para vencer o Chelsea do Special One mas acabou conseguindo uma boa vantagem e três brasileiros participaram ativamente de lances importantes. O PSG abriu o placar com um golaço de Lavezzi logo no terceiro minuto e o Chelsea empatou com a ajuda de dois brasileiros: Thiago Silva cometeu pênalti em Oscar. Hazard cobrou com toda a tranquilidade do mundo e fez 1 a 1. No segundo tempo, mais um brasileiro apareceu, David Luiz marcou contra e Javier Pastore fechou o placar aos 48 com um golaço depois de passar por três marcadores e bater pro gol. 3 a 1 para o PSG no Parc des Princes.

Ontem:

Dois jogos aconteceram ontem e mais brasileiros apareceram, principalmente no Camp Nou, em jogo que o Atlético de Madrid saiu na frente com um golaço de Diego e depois Neymar empatou depois de um passe de Don Andrés Iniesta, que merece ser destacado pela qualidade técnica. 1 a 1 na Catalunha.

A outra partida foi entre o atual campeão Bayern de Munique, que foi até a Inglaterra enfrentar o Manchester United no Old Trafford. Vidic abriu o placar para os ingleses com uma bela cabeçada e Schweinsteiger empatou com um bonito gol. O volante alemão acabou sendo expulso mas não alterou o placar de 1 a 1 na cidade de Manchester.