unnamed

Em agosto teremos mais uma oportunidade de ganhar a tão sonhada medalha olímpica de ouro no futebol masculino, o único título que a seleção canarinho não tem. A escolha acertada da CBF em manter Rogério Micale no comando técnico é uma das poucas coisas que dá pra elogiar na péssima confederação nacional.

Gostei da convocação para as Olimpíadas do Rio, principalmente com a saída do Douglas Costa, que é um baita jogador, mas tiraria a vaga de uma jovem promessa, que no ataque tem três, além de Neymar, é claro. Não vejo, agora, um jeito diferente de montar o ataque que não seja com o craque do Barcelona aberto pela esquerda, Gabriel Jesus como centroavante e Gabigol aberto pela direita.

A defesa também não deve ter muito mistério: Fernando Prass, espero que como capitão, será titular do gol, com Zeca na direita (lembrem que ele é destro e lateral-direito de origem, mas joga invertido no Santos), Marquinhos e Rodrigo Caio na zaga e o Douglas Santos na esquerda.

dentro

Micale será o responsável pela Seleção Olímpica

O meio de campo ainda é uma certa incógnita, mas o meu time jogaria com Walace, Renato Augusto e Felipe Anderson, porém, acho que Rafinha deve ser escolhido para uma das três posições, com a opção até de Renato ser o primeiro volante contra seleções mais fracas.

Vamos ver como será o comportamento do time brasileiro dentro de casa mais uma vez. Da última vez, sabemos como foi, e não falo apenas do 7 a 1, mas principalmente de todo o discurso choroso do “queria dar orgulho para a minha pátria”. Rezemos.