1780457_636895453042026_1057394385_oHoje tivemos os dois primeiros jogos das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa, entre Bayer Leverkusen e Paris Saint-Germain, na BayArena, além de um dos jogos mais esperados da rodada que foi Manchester City enfrentando o Barcelona no Etihad Stadium (ou City of Manchester, como preferirem).

Chocolate na Alemanha

O Bayer Leverkusen, time bem montado pelo técnico Sami Hyypiä, tinha uma grande expectativa desta partida contra o PSG e adivinha? Não ganhou. O pior é que foi um chocolate gigante dentro da BayArena. O placar de 4 a 0 para o Paris Saint-Germain (com gols de Matuidi, dois de Ibrahimovic e outro de Cabaye), ficou até barato para o Bayer, que não jogou absolutamente nada e ainda teve um jogador expulso.

Para mim, o PSG tem tudo para ir longe na maior competição europeia pelo time que tem, lembrando que o uruguaio Cavani nem atuou na partida de hoje, machucado. O Ibrahimovic (com o Falcao Garcia fora dos gramados pela lesão no joelho) é o melhor atacante do futebol mundial, neste momento.

Nem precisa jogar a partida de volta.

Barça leva a melhor no Etihad

Apesar de ser torcedor do Liverpool declarado, eu torci bastante para o Manchester City hoje no jogo contra o Barcelona no City of Manchester e foi o jogo que eu assisti direto dos estúdios da Banda B. O Barcelona começou infinitamente melhor contra o time de melhor ataque da temporada, já que usava a capacidade de tocar a bola para envolver os ingleses. Aos poucos, o City conseguiu se acalmar dentro de campo, melhorando o rendimento.

O lance crucial do jogo foi aos 7 minutos do segundo tempo, quando o zagueiro Demichelis parou Messi com falta dura (um carrinho por trás), foi expulso e o juiz marcou pênalti, pra mim, de forma equivocada, já que foi na linha da grande área. Na cobrança, o Messi fez o 1 a 0 e no final da partida, aos 44, Daniel Alves fez o segundo gol.

Vai ser muito difícil para o City conseguir virar dentro do Camp Nou. Portanto, apesar da torcida, o Barça vai passar.