Um repórter responsável por realizar matérias para um programa semanal da Record foi demitido depois de ser descoberto que ele estava superfaturando gastos e roubando dinheiro da emissora.

Atualmente, a versão que o tal repórter espalha por aí é que ele saiu porque o contrato com a Record havia chegado ao fim. Mas a história não é bem assim. Segundo informações obtidas com exclusividade pelo TV Foco, o profissional foi demitido por justa causa porque foi descoberto que ele estava superfaturando notas e roubando a emissora.

Nas viagens que fazia para realizar reportagens, o repórter superfaturava as notas fiscais e sempre aparecia com valores altos – numa dessas, ele declarou ao canal da Barra Funda que gastou R$ 400 somente em água em uma viagem que durou apenas três dias.

Leia a matéria completa aqui