Pedro Bial entrevistou Adriano – reprodução

Adriano poderia ter sido muito mais para o futebol. E, desta vez, não é a imprensa ou a torcida brasileira quem diz: ele sabe disso. Em entrevista no programa Conversa com Bial, da TV Globo, o Imperador abriu o coração.

“Às vezes, as pessoas acham que eu não ligo, mas, quando eu ponho a cabeça no travesseiro, eu penso, sim, que eu podia ter feito muito mais do que aquilo que eu fiz [para o futebol]”, desabafa ele, visto como grande esperança da seleção brasileira em 2006.

O chamado “quadrado mágico” do Brasil naquela Copa do Mundo, disputada na Alemanha, também era formado por Ronaldo, Kaká e Ronaldinho Gaúcho, que, na época, era o melhor jogador do mundo.

Mas 2018 não trará só uma nova oportunidade à seleção brasileira: Adriano quer voltar a jogar no ano que vem. “Estou me ajeitando para fazer um projeto e começar a treinar de novo, sem clube nenhum, no mês de janeiro”, disse o Imperador ao apresentador Pedro Bial. “Quero fazer por mim, quero mostrar que posso chegar até o meu limite e, daí sim, dizer se dá ou não para continuar jogando”, explicou.

Leia a reportagem completa com a s principais declarações de Adriano, AQUI