RD1

A crise vivida pelos longas-metragens na TV aberta pode fazer uma nova vítima: a“Tela Quente”, uma das sessões de filmes mais antigas da Globo, pode sofrer um empurrão, assim como ocorreu com o “Super Cine”, agora veiculado após o “Altas Horas”. Segundo a coluna de Patrícia Kogut, a emissora carioca estuda veicular a “Tela Quente” mais tarde e, dessa forma, criaria uma nova faixa para suas produções às segundas. O “Tá no Ar” de Marcelo Adnet é cotado para o horário.