Reprodução

Viviane Sarahyba entrou na Justiça contra o marido, Dado Dolabella, na 1ª Vara de Família da Barra. A publicitária alegou que sofreu constantes agressões físicas durante o período em que esteve casada com o ator e cantor. A decisão da juíza Maria Cristina Brito Lima foi favorável a Viviane, determinando que Dado deixe a casa recém comprada no Itanhangá.

O documento diz: “O presente feito diz respeito à separação de corpos, em que a Autora pede o afastamento do lar do Réu, seu marido. O presente feito vem instruído com farta documentação que comprova que a Autora vem sofrendo agressões físicas por parte do Réu. Além disso, é fartamente divulgado pela mídia que o Réu costumeiramente comporta-se de maneira agressiva com mulheres, sendo, inclusive, recentemente condenado pela agressão sofrida por uma de suas ex-namoradas. Desta forma ACOLHO a promoção do Ministério Público e DETERMINO o afastamento do lar conjugal de CARLOS EDUARDO BOUÇAS DOLABELLA FILHO, podendo ele retirar do local e levar consigo apenas seus bens de uso pessoal e documentos. Cite-se o Réu da presente lide, intimando-se da presente decisão, pelo Dr. OJA de plantão do dia 20 de agosto”.

Dado e Viviane, que adotou o sobrenome do marido, se casaram em setembro do ano passado, quando ela já estava grávida de seis meses. Mas o ator não pôde curtir toda a gravidez de Viviane já que, em junho do mesmo ano, ele deu início à sua participação no reality show “A Fazenda”, no qual ficou confinado por três meses.

O ator conheceu Viviane na festa de aniversário da promoter Carol Sampaio em março de 2009, cinco meses depois do fim do noivado com Luana Piovani. Menos de dois meses depois, Dado confirmou a gravidez da nova namorada, ficou três meses confinado no reality “A fazenda” (em que ganhou R$ 1 milhão) e anunciou o casamento.

Em março deste ano, Dado descobriu que tinha um outro filho, desta vez fora do casamento. O menino, chamado Eduardo, já estava com quatro meses, e é fruto de um relacionamento rápido com a estudante Fabiana anterior ao início do namoro com Viviane.

No último dia 4, o ator foi condenado a dois anos e nove meses de prisão em regime aberto por ter agredido sua ex-namorada, a atriz Luana Piovani, e a camareira Esmeralda de Souza. O advogado de Dado entrou com recurso contra a decisão.