Do UOL

Ela foi figurante na Globo. Virou alvo de uma chuva de latinhas no palco e teve a roupa arrancada por fãs. Já apertou uma chapinha no pênis de um contratante assediador e até se fingiu de moradora do Complexo do Alemão só para conhecer o ex-presidente Lula. Agora, não bastasse tudo isso, Valesca Popozuda virou escritora.

Seu primeiro livro, “Sou Dessas – Pronta pro Combate”, foi lançado esta semana na Bienal de São Paulo, recheado de histórias pessoais e relatos dos bastidores do funk. Mas o formato autobiografia, ela frisa, não cabe aqui. Dispensando a figura do “ghost-writer”, a funkeira escreveu ela mesma todo o livro, que tem quase 200 páginas redigidas em primeira pessoa. Basicamente uma coleção conselhos para a vida de seus “popofãs”.

Para ler a matéria completa no Portal UOL clique aqui.