Depois de quase dois meses, o Hipertensão já tem um campeão. Toshi venceu Marcos na prova final e faturou os R$ 500 mil. O analista financeiro entrou no quarto programa, após a desistência de Toncley, e já foi visto como um forte concorrente pelos outros jogadores. “Sou muito dedicado em tudo que faço. Eu quero fazer bem, fazer direito, ser o melhor”, adiantou o descendente de japonês no seu vídeo de apresentação.

Com 29 anos, Fábio Toshi impressionou pelo seu forte porte físico e concentração, além disso ele já chegou vencendo a primeira prova da qual participou. Essa vitória da estreia foi obtida em dupla com a gaúcha Andressa, a vaidosa participante que ele “adotou” como parceira após ser meio rejeitada pelos outros rapazes. “Você me faz acreditar em mim mesma”, declarou a ‘Barbie’ para o fortão. Aliás, o casal ganhou a Prova de Imunidade mais duas vezes seguidas, provocando a ira do grupinho liderado por Marcos, que logo tratou de combinar votos para colocar Toshi para encarar sua primeira Prova de Eliminação, da qual ele se safou.

Com sua sorte e ótimo desempenho, o ’samurai’ virou o alvo predileto da maioria da casa, travando uma disputa particular principalmente com Marcos, Janine e Leo, jogadores que se consideravam fortes até a entrada do paulista. Nos primeiros dias, Toshi não se intimidou e até aconselhou seus rivais durante um almoço: “Utilize a raiva para o seu benefício, canalize ela pra te dar força”. Lucas foi um dos que prestou atenção no que ele disse e completou: “Escutem o que o Toshi fala. Dá certo”.

Manu, Nanda e Andressa eram as únicas na casa que se relacionavam bem com o invejado analista e não votavam nele nos Conselhos. A gaúcha então se derretia pelo seu ‘protetor’. “Um japa em minha vida”, declarou a moça certa vez. “Ele é uma pessoa com muita garra. É muito certo em tudo que faz e é muito confiante”, completou. A relação da loura com Toshi gerou até comentários da ‘panelinha’ rival. “Ela está adorando ser protegida, se contentando em possivelmente não ser ganhadora dos R$500 mil. Ele está adorando ter um adversário possivelmente mais fraco numa final. Uma mão lava a outra”, resumiu a baiana Lorie.

Enquanto a maioria dos participantes expressava claramente suas decepções ou frustrações com choros ou fortes discussões, o oriental conseguia manter a concentração e ficava em silêncio. “Ele não fala, não se comunica. É completamente introspectivo”, criticava Marcos, seu rival número um. Quando Andressa desistiu de uma das provas, Toshi ficou muito decepcionado e o máximo que fez foi não falar com ninguém. Todos perceberam que ele estava diferente e a amiga Nanda foi perguntar o que estava acontecendo. “Fiquei chateado porque a Andressa nem tentou (fazer a Prova de Fogo). Porque queria muito, muito que fosse Janine e Marcos para a Prova de Eliminação agora”, revelou ele.

Com a aproximação do final cada vez mais perto, a rixa entre Toshi e Marcos foi ficando cada vez maior até que a guerra foi claramente declarada. “Não me importo de ir para eliminação, mas, no dia em que o Marcos for, eu quero ir”, disparou o ‘samurai’ certo dia. Foi quando o gerente de marketing desabafou: “Pra mim quanto antes ele for embora é melhor”. As alfinetadas entre um e outro continuaram até o dia da grande final, cuja última prova foi justamente disputada pela famosa dupla e vencida pelo equilibrado Toshi.