Reprodução

O presidente da RioFilme, Sérgio Sá Leitão, disse ontem à Folha que foi procurado por produtores de “Amanhecer”, próximo filme da saga “Crepúsculo”.

Segundo Leitão, eles estavam preocupados com o conflito de sábado, na zona sul do Rio, que acabou com um hotel invadido e criminosos presos.

A empresa municipal criou, com a Secretaria estadual de Cultura, a RioFilm Comission, para atrair produções internacionais. Trazer cenas de “Amanhecer” é um dos objetivos.

Aos produtores, disse que o conflito foi um “caso isolado” e garantiu segurança. Leitão aguarda a decisão neste mês.

Um porta-voz da Summit Entertainment, produtora da série, disse à Folha que a empresa continua a examinar locações no país.