(Foto: Reprodução)

A morte de Kim Jong-hyun, de 27 anos, um astro do pop sul-coreano que disse estar “quebrado por dentro” antes de cometer suicídio, deixou traumatizada uma legião de fãs.

O cantor, que fazia parte do grupo SHINee, foi encontrado no quarto de um hotel de Seul na segunda-feira, e a polícia confirmou que se tratou de um suicídio.

Os investigadores encontraram uma pastilha de carvão queimando em uma frigideira, um método frequentemente utilizado por suicidas na Coreia do Sul, cuja sociedade é extremamente competitiva e tem uma das taxas de suicídio mais altas do mundo.

Uma amiga do cantor, a música Nain9, publicou a mensagem de despedida de Kim Jong-hyun, que ele deixou preparada antes de morrer.

Para ler a matéria completa no Yahoo clique aqui.