O jornalista Roberto Cabrini, o cinegrafista Daniel Vicente e o produtor Tiago Bruniera foram sequestrados pelas Farc (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia) durante uma reportagem para o Conexão Repórter, do SBT. O incidente aconteceu há duas semanas e a equipe do programa já foi liberada.

Cabrini contou no seu Twitter que ficou dois dias em cativeiro e afirmou ter sido bem tratado.

“Recentemente ficamos dois dias sequestrados pelas Farc, na selva colombiana. Eu , produtor Tiago e nosso cinegrafista Daniel. A história completa, contaremos em breve. Apuramos muitos detalhes altamente interessantes. Isso aconteceu há duas semanas. Informando que estamos todos bem”, disse.

A matéria sobre o sequestro irá ser exibida em duas ou três semanas e contará com depoimentos do cinegrafista e do produtor sequestrados.

“Não revelamos antes para não atrapalhar no desenvolvimento da reportagem. Acabou sendo uma ótima forma de entender melhor muitos aspectos das Farc. Foi uma averiguação que fizeram conosco. E depois nos trataram muito bem. Parte disso o cinegrafista Daniel Vicente conseguiu filmar”, contou Cabrini.