MARIANA MARTINS

Mariana Martins (direita) com elenco da peça – Foto: Divulgação

Redação

A atriz Mariana Martins, filha do radialista e deputado Luiz Carlos Martins, acaba de encerrar uma temporada de sucesso no Teatro Imperator, Rio de Janeiro, com a peça “O Boi da Cara Preta”, da autora Barbara Duvivier, roteirista do programa dominical Esquenta! e irmã do ator e humorista Gregório Duvivier.

A temporada de estreia foi um sucesso de público e crítica e volta aos palcos em nova temporada em junho de 2014, no teatro dos Quatro, Shopping da Gávea. Hoje, a peça está sendo apresentada em escolas e a rede do Sesc no Rio.

“Boi da Cara Preta” é um musical infantil inspirado no conto e na famosa cantiga de ninar “Boi, boi, boi… Boi da cara preta…”

A peça conta a história de uma menina chamada Rosa (Mariana Martins), que ao ouvir a cantiga do Boi da Cara Preta que seu pai cantarola, fica muito intrigada e curiosa para conhecer este boi. Filha de Francisco (Paulo Roque) e órfã de mãe. Tecnológica e moderna no seu vocabulário ela e seu pai vão passar uns dias na fazenda o que para Rosa é um programa meio esquisito já que vive num mundo virtual paralelo.

Na fazenda conhece Antonio (João Fraga), um garoto de 12 anos que diferente de Rosa adora o campo, o verde, os bichos e adorar brincar de pés descalços. Durante as férias na fazenda, ela conhece O Boi da Cara Preta (Gabriel Jacques) com fama de malvado. Este encontro divertido se transforma em grandes surpresas e muita festa.

Mariana está muito feliz com o sucesso da peça e brinca: “O Boi da Cara Preta é pra toda criança que não tem medo de careta”.

MARIANA PECADestaque Revista Veja

A peça foi recomendada pela Revista Veja Rio, com um texto que diz:

“A peça nasceu de uma inquietação da autora Barbara Duvivier, roteirista do programa dominical Esquenta! e irmã do ator e humorista Gregório Duvivier. Incomodada com o espaço que, na rotina das novas gerações, a tecnologia rouba de tradições culturais e da natureza, ela levou essa questão para o palco do Imperator. Em cena, Rosa (Mariana Martins) é uma menina típica dos dias de hoje, enfurnada em redes sociais e jogos eletrônicos. Quando seu pai, Francisco (Paulo Roque), a bota para dormir cantando Acalanto, clássico de Dorival Caymmi, ela fica intrigada com o tal boi da cara preta, personagem folclórico citado na letra. Na fazenda onde passa as férias, Rosa faz um novo amigo, Antonio (João Fraga), rapaz totalmente integrado à vida no campo. Longe do computador, ela também acaba encontrando o boi (interpretado pelo divertido Gabriel Jacques). A história singela é embalada por cantigas tradicionais que levantam a plateia, a exemplo de Roda Dança, Pai Francisco e De Abóbora Faz Melão. Todas as músicas são interpretadas ao vivo pelo elenco, munido de instrumentos como triângulo, agogô de coco, matraca, maraca, apitos, chocalhos e pandeirola. Direção de Daniel Dias da Silva (60min)”

Site da peça: www.oboidacarapreta.com.br