Uol

Imagem: Reprodução/BIS

Titi Müller fez duras críticas ao DJ, produtor e compositor israelense Asaf Borgore, uma das principais atrações do segundo dia do festival de música Lollapalooza, no Autódromo de Interlagos, em São Paulo. apresentadora, que estava ao vivo no canal BIS, da Globosat, chamou Borgore de “machista” e disse que ele é responsável por criar letras “misóginas” e “babacas”.

“O Borgore é um dos produtores mais polêmicos da atualidade. Ele nasceu em Israel e foi alçado à fama por vários hits e remixes de sucesso. Mas o lance é que as letras compostas por ele, extremamente machistas, misóginas e babacas, foram ganhando visibilidade e, obviamente, muitas críticas”, disse ela, que se define também como “feminista”.

Clique aqui e leia a matéria na íntegra