No coração da cidade, a Feira Especial de Natal vai ajudar a compor o cenário das festas de fim de ano. Com uma oferta variada de produtos nas praças Osório e Santos Andrade, a feira vai até 23 de dezembro. O horário de funcionamento é de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 19h. O destaque da feira serão os produtos artesanais com temática natalina.

A decoração de Natal, que está sendo montada pela Prefeitura, deixou os feirantes otimistas. É o caso de Dolores Imfeld, que vai estar pelo terceiro ano consecutivo na Feira de Natal. “A expectativa é maior do que nos outros anos, pois a cidade está sendo arrumada e isso desperta o espírito natalino”, afirmou animada. “Gostei muito de saber que vai ter música e decoração em vários lugares da cidade”, definiu.

A Prefeitura também uniformizou as barracas da feira, que terão as saias (parte de baixo da barraca) em cor verde e com a logo de Luz dos Pinhais: Natal de Curitiba. Para Dolores, o apoio da Prefeitura foi muito importante para deixar a feira mais bonita.

Dolores produz tapetes, almofadas e jogos de cozinha e banheiro, tudo com patch work – pedaços de tecidos costurados. “O tapete é o meu carro chefe, mas o jogo americano também vende muito bem”, contou Dolores. Seus produtos vão de R$ 65 a R$ 120. Além da edição de Natal, Dolores também expõe seus produtos da Feira do Largo da Ordem e na Feira Especial de Primavera.

Maria do Rocio Urban Dalla Vecchia começou a trabalhar com artesanato há 18 anos. “Costuro desde criança, pois minha mãe costurava muito bem e meu pai era alfaiate”, disse. A mudança de profissão aconteceu após sair da empresa onde trabalhou por anos. Foi quando decidiu apostar no seu dom. “Comecei a trabalhar com aquilo que gostava”, revelou.

Há 12 anos na feira Especial de Natal, a artesã já expôs diversos produtos, mas este ano tem como novidade os porta-coisas e os panos de prato. Seus produtos vão de R$ 12 a R$ 80. “Tenho vendido muito bem a nécessaire para produtos de higiene e uma carteira com porta-celular”, afirmou.

A decoração de Natal também está deixando Maria animada. “É bom porque atrai os turistas e melhora o movimento para a gente”, contou.

Feira

Ao todo, serão 60 barracas na Praça Osório, sendo 28 dedicadas ao artesanato e 25 para alimentação. A feira terá também barracas dedicadas a entidades sociais, aos produtores de mel, produtos de turismo, para a Fundação de Ação Social e para o Programa Comunidade Escola.

Além disso, haverá duas barracas com oficinas, em que os artesãos vão trabalhar com tecelagem, bijouteria e marionetes. Na Santos Andrade vão ser 15 barracas, sendo sete de alimentação e oito de artesanato.