Reprodução

Há pouco mais de dez anos, Mateus Carrieri tornou-se conhecido do público quando viveu um bom moço na novela adolescente Chiquititas (SBT).

De lá para cá, o ator se dedicou a trabalhos como seus quatro ensaios em que posou nu para a revisa G Magazine e alguns filmes pornôs.

Em uma conversa franca com o R7, Carrieri afirmou que “tem certeza” de que seu afastamento das novelas está ligado aos seus trabalhos “polêmicos”.

– As pessoas têm preconceito, me rotulam. Me arrependo em parte. Fiz um excelente uso do dinheiro, mas sempre vou carregar uma sombra negativa. Esses trabalhos não estão no meu currículo, não dá para colocar [risos].

Foi com intuito de tentar “apagar esta imagem” que o ator começou a se dedicar ao teatro. Há três anos ele está em cartaz com a peça O Amante do Meu Marido, no Teatro Ruth Escobar, em São Paulo.

– Tinha certa inocência de que ao me dedicar ao teatro as pessoas não iriam me rotular tanto, iriam esquecer, mas não adianta.

O trabalho mais recente de Carrieri na TV foi no humorístico Uma Escolinha Muito Louca (Band) em 2008 e em 2010 com o personagem Raul Pitbull. Em 2008, ele também participou como repórter especial do TV Fama (Rede TV!).

Desejo de virada

Carrieri contou ao R7 que tem uma “boa promessa” para o próximo ano. O ator diz que pode participar da próxima novela das oito, Insensato Coração.

– Você tem que estar na Globo para dar uma virada. Seria ótimo voltar, para apagar um pouco do passado. Nunca fiz novela do Gilberto Braga. É um autor que admiro muito.