Luciana teve o filho com Jagger em 1999. (Foto: Arquivo pessoal)

Luciana Gimenez, 47, revelou ter pedido desculpas a Jerry Hall, ex-modelo que era casada com Mick Jagger à época em que a apresentadora engravidou do cantor.

“Eu me sinto mal por Jerry. Eu nunca quis machucá-la, mas agora que eu sou uma esposa, eu entendo muito mais. Então sim, eu odiaria se aquilo acontecesse comigo. Sabe, eu escrevi para Jerry alguns anos atrás, uma carta que dizia: ‘Por favor, me perdoe.”. Ela não escreveu de volta. Eu não esperava que ela respondesse. Mas eu queria que ela soubesse que eu estava pedindo desculpas”, disse em entrevista à colunista Jan Moir, do jornal britânico Daily Mail.

Ela também revelou outros detalhes sobre a forma como encarou a gravidez do líder dos Rolling Stones: “Nunca me vi como uma destruidora de lares. Às vezes, você não pode escolher com quem vai se apaixonar. E eu estava amando Mick naquela época. Mas eu chorei todos os dias ao longo da gravidez. Tudo que estava acontecendo era tão horrível. Toda a atenção e as tristezas. As coisas que as pessoas estavam dizendo sobre mim. Mas então o Lucas chegou e foi meu consolo”.

“Ele é firme e quieto, como o pai. Mick e eu continuamos sendo melhores amigos, o que nós realmente somos. Ele continua muito atraente, mas não me leve a mal, não digo em um sentido sexual”, prosseguiu.

Além disso, Luciana também abordou outros assuntos, como a forma com que lida com a recepção do público: “Eu adoro ser famosa. Sou uma atriz, aproveito isso. Qual o problema? Algumas pessoas gostam de ser famosas, outras gostam de ser filosóficas. Eu sempre gostei de ser famosa”.