Reprodução

Depois de agitar muita festa no “apê”, divertir com o indiscreto “bundalelê”, e “biritar” a desgramada da cachaça (da Cátia), Latino lança sua mais nova música de trabalho, Deixa Molhar, em show gratuito, sexta (2), no Alzirão, na Tijuca. O evento, organizado pela FM O DIA, vai animar o jogo do Brasil contra a Holanda pela Copa do Mundo, às 11h.
Presente no CD Vamos Bebemorar, a canção mal começou a tocar nas rádios e já tem gerado polêmica. Dizem que o cantor compôs a música para a socialite Lucília Diniz, mas ele nega: “A Lucília ama essa música, mas não foi feita para ela. Como ela mesma diz, ‘peguetes’, namorados, tudo passa. O que fica é a amizade e é só isso que nós temos, sem envolvimento sexual ou amoroso”, garante o artista, que conheceu a socialite quando fazia shows em festas fechadas em São Paulo. “Lucília virou minha madrinha. Agora, vejo pessoas como os empresários Roberto Justus e Ivan Zurita nos meus shows”, completa Latino, que faz em média 15 apresentações por mês.
Ele explica ainda a polêmica declaração que deu no seu Twitter esta semana de que “não existe homem fiel”. “O homem pode estar fiel, mas não é. É predador, nasce para procriar. Sempre deixei isso claro para a Mirella”, diz ele. Já para as mulheres, a situação é outra. “A mulher precisa de um motivo para trair, o homem, de um canto. Quando elas traem é mais por vingança do que por prazer. Mas é claro que Mirella não quer ser traída. Vou fazer o máximo para isso não acontecer”, promete.