Reprodução

Satisfeito com a sua participação na novela “Ti-ti-ti”, o ator Gustavo Leão falou na noite desta quinta-feira, 29, na estreia carioca da peça “Calígula”, no Centro do Rio, sobre a repercussão do personagem Osmar Sampaio na trama.

“Não esperava tanto sucesso em tão pouco tempo. Falei com o Andre (Arteche), que a gente tinha quatro capítulos para conquistar o Brasil. O meu personagem é homossexual, mas não é esteriotipado. Conquistei novos fãs e até mesmo fãs gays que se comunicam comigo com o maior respeito.”

Em relação aos comentários de que ganharia novas cenas na história, já que seu personagem morre, ele revela: “Até agora não me disseram nada sobre isso, mas acredito que não venha a acontecer. Não dá para mudar uma história que já existe. Meu personagem aparece até o capítulo 27 e depois disso, estou a disposição da novela”, disse Gustavo.

Questionado sobre a possibilidade de se tornar um representante da causa em manifestações gays, Gustavo deixou claro que é um apoiador da causa: “Não tenho preconceitos e sou bem resolvido sobre a minha sexualidade.”