do Famosidades

Guilherme com a esposa – reprodução Instagram

Guilherme de Pádua se casou pela terceira vez, na última terça-feira (14), com Juliana de Assis Lacerda. A esposa do ex-ator, condenado por matar Daniella Perez, em 1992, comentou a respeito das críticas que poderá receber agora que oficializou sua união com o famoso.

“Desde o começo, já sabia quem ele era e nunca me preocupei com o passado, porque na igreja ele é acompanhado há 17 anos por muitos pastores sérios e sei do histórico dele, sei também que o Guilherme realmente mudou desde que se converteu”, justificou ao jornal “Extra”.

A maquiadora admitiu que já esperava ser detonada: “Conheço muitas pessoas que o acompanharam todos esses anos e por isso não me preocupei. E claro que sei das perseguições que ele sofre pela mídia e pela sociedade, mas isso não me abala hoje, pois já pensei muito sobre isso e estou disposta a enfrentar com ele todas as situações”.

Juliana, que tinha apenas 6 anos de idade quando Pádua cometeu o crime, revelou que os dois nunca conversaram sobre o fato.

“Para mim não adianta remexer em algo que não pode ser mudado. Preciso ter certeza de quem ele é hoje, porque é hoje que estou com ele e não no passado”, argumentou.

A moça destacou também que foi questionada por diversas pessoas se tinha certeza de que gostaria de se casar com um ex-detento.

“Esta pergunta foi feita por diversos pastores, professores do curso de noivos, fui muito confrontada e creio que a melhor resposta para isso seja: casei com o Guilherme porque o amo de verdade e ele é a realização de um sonho em minha vida. Ele é um homem maravilhoso, só quem o conhece sabe o quanto. Ele não é rico, tem um passado triste, mas, mesmo assim, costumo dizer que ele é o meu marido cem vezes mais”, finalizou.

Mais notícias, clique aqui