Thammy, Gretchen e Fernandinha – Divulgação

Na última terça-feira, 4, Gretchen e Thammy Miranda participaram do programa Vai, Fernandinha e, além de se divertirem com os jogos da apresentadora, falaram da vida pessoal, das brigas e do carinho que sentem um pelo outro.

Ao falarem sobre a descoberta, a princípio, da homossexualidade da filha, o pai de Thammy teria reagido de forma inesperada. “Ela ligou para ele e disse: ‘Você não sabe o que sua filha fez, ela está com uma mulher’, ao que ele teria respondido: ‘Ah, menina de bom gosto'”, conta Thammy. Ele diz que ficou em choque com a reação do pai, o delegado Silvio Neto.

Gretchen diz que também ficou surpresa, pois queria apoio. “Naquele momento, ele tinha que entender o que eu estava passando”, declarou. A cantora também afirmou que o caso de Thammy com a produtora Carla – cujo nome ela se recusa a dizer – foi aliciamento. “Com 15 anos não tem escolha nenhuma, tem o aliciamento de uma mulher de 30 e tantos anos que aliciou uma garota de 15. Não gosto dela!”, afirmou.

Sem constrangimento, Gretchen diz que, se o caso tivesse sido com um homem, ela não teria reagido daquela maneira. “Naquela época, não se sabia coisa de homossexual, você acha que há 15 anos se falava como se fala hoje de homossexualidade?”, responde

Porém, mãe e filho também falaram de como se apoiaram ao longo do tempo. “Morro de orgulho [dele]”, disse Gretchen. “Tem mulher mais corajosa que ela, de fazer isso 15 anos atrás, de falar para todo mundo ‘eu sou homossexual’ e assumir tudo que assumiu?”, declarou a cantora, que em certos momentos se refere a Thammy no feminino.

Thammy disse que ter alguém ao lado no momento em que estava se descobrindo foi importante. “Quando você cai na real de ter de conviver com isso, você tem um mundo inteiro lá fora que você vai ter de enfrentar. O mínimo que você quer é ter um aconchego em casa para falar ‘tenho uma pessoa do meu lado com quem posso contar'”, disse.