Reprodução

A TV Globo não aprovou a forma como Ana Maria Braga utilizou o seu programa na emissora, anteontem, para desmentir reportagem sobre um suposto caso entre ela e um professor de dança, publicada pela revista “Quem”, da editora do mesmo grupo.
A apresentadora chorou no ar e negou ter tido um caso com Renato Zóia, seu professor no quadro “Dança dos Famosos”, do Faustão. Ela o chamou de “moleque, menino que respeito muito”.
A revista da editora Globo foi classificada como “mentirosa e sem qualificação”.
No “Mais Você”, Ana Maria afirmou ter tido autorização da Globo para fazer o seu “desabafo”.
Questionada pela Folha, a emissora enviou uma única frase, que dá ideia de como o episódio repercutiu mal: “Ela foi autorizada a comentar o caso, mas não nos termos que usou”, disse a Central Globo de Comunicação.
A emissora não quis dizer com quem Ana Maria Braga se consultou. Apenas respondeu que a autorização partiu da direção da Globo.
Ana Maria, no programa, contou ainda que processará a revista e os jornalistas responsáveis pela reportagem e leu na íntegra nota enviada à imprensa sobre o caso.
Na internet, a polêmica ficou entre os assuntos mais comentados mundialmente no Twitter.