Reprodução

Figurinista da Globo há mais de 30 anos, Marília Carneiro é um dos nomes mais importantes da moda no Brasil. Só para se ter ideia, ela foi responsável por colocar o primeiro jeans na televisão, com Renata Sorrah em Ossos do Barão (1973), e eternizou sucessos como a meia de lurex em Dancin’ Days.

Em palestra realizada no evento Oscar Fashion Days, como parte do projeto Moda de Novela, que realiza em parceria com uma empresa de calçados, a figurinista contou alguns bastidores de sua profissão.

Mente criativa por trás dos atuais figurinos de Ti-ti-ti, da Rede Globo, ela revelou, de maneira bem-humorada, que enfrenta problemas com as atrizes por conta do figurino.

– Eu queria fazer filme de guerra, só com homens. Eles não dão palpites, não ligam para roupas, e não se acham gordos. Já as mulheres se acham enormes e todas, sem exceção, vêm com uma ideia feita [na hora de criar o visual da personagem]. Eu cruzo direto com assistente chorando pelos corredores, porque a atriz entrou em cena usando um brinco que não era para usar. É uma guerra.

Malu Mader é o tipo de atriz que não aceita qualquer mudança. Cortar os cabelos (sua marca registrada) não é algo que faça assim tão fácil.

– Malu é minha amiga e trabalhamos juntas há 30 anos. Ela é uma mulher de personalidade forte, que leva muito de si para um papel. É uma espécie de Julia Roberts brasileira, vem antes do personagem.

Já Guilhermina Guinle, que interpreta a elegante Luisa em Ti-ti-ti, é o oposto de Malu Mader.

– É uma das atrizes mais fáceis com quem já trabalhei. Quando não gosta de uma roupa, brinca comigo: “Vamos lá, Marília, dê-me aquela coisa horrorosa que escolheu para eu usar [na novela]”.

Mas nem sempre elas odeiam as peças que exibem na TV. Muitas vezes, acontece o contrário. E, então, querem de qualquer jeito ficar com a roupa. Nestes momentos, Marília se diverte com a situação.

– Elas começam: Ai, aquela blusinha, ai, aquele casaquinho… Daí, eu minto descaradamente. Digo que as camareiras serão demitidas, que a alta direção vai chamar a minha atenção. Não posso liberar, porque se abrir para uma, terei de abrir para todas.

Com uma equipe de oito pessoas antenadas e competentes, a profissional diz que sua obrigação é lançar tendência por meio das novelas.

– Tenho em minha equipe uma pessoa antenada, uma que sabe desenhar, outra que viaja e está por dentro do que se usa lá fora. E aí vamos conversando para decidir os figurinos.

Durante o evento, a figurinista antecipou a próxima tendência que pretende lançar: a dos maiôs como peça-chave de um look.

– Vou lançar isso na personagem da Claudia Raia. Aposto muito nessa moda. Os maiôs chiques podem ser usados de uma maneira noturna. Como base para uma calça saruel, combinados com um blazer sem forro, enfim, tenho certeza que vai dar um caldo.