Do Portal Veja

A Justiça de São Paulo condenou a ex-ministra de Dilma Rousseff, Eleonora Menicucci, a pagar 10 mil reais de indenização por danos morais ao ator Alexandre Frota. Eleonora chefiou a Secretaria de Política para as Mulheres no governo Dilma. Frota processou a ex-ministra após ela criticar a reunião que o ator teve com o ministro da Educação, Mendonça Filho, em maio de 2016.

(Foto: Reprodução Facebook)

Na ocasião, Eleonora se referiu a Frota como “estuprador” devido a uma entrevista que o ator concedeu em um programa de TV aberta relatando, em tom de piada, o suposto estupro de uma mãe de santo. Frota disse que a mãe de santo “apagou” durante o ato. A ex-ministra disse que Frota “não só assume ter estuprado, mas faz apologia ao estupro”.

Na decisão, do dia 19 de abril, a juíza Juliana Nobre Correia escreveu que a crítica proferida pela ex-ministra só seria aceitável se tivesse relação com o episódio.

Para mais informações, acesse o Portal da Revista Veja clicando aqui.