Reprodução

O apresentador José Luiz Datena foi denunciado pela Defensoria Pública de São Paulo por “prática discriminatória contra travestis”, é o que diz a coluna de Mônica Bergamo, do jornal “A Folha de S. Paulo”, nesta sexta-feira (16).

No seu “Brasil Urgente” do dia 30 de abril, Datena narrou uma briga envolvendo um transexual que acabou empurrando seu câmera. Na atração, ele usou frases como “isso é um travecão safado”.

De acordo com a publicação, ele poderá ser multado em até R$ 48 mil. O apresentador se defende das acusações e procura se explicar. “Eu me referi à agressão ao cinegrafista. Não é porque o cara é travesti que pode agredir outra pessoa. Me defenderei nos termos da lei.”