da Revista Monet

A babá Lorraine Gilles e a ex-Spice Girl Mel B – Instagram

A ex-Spice Girl Mel B está sendo processada pela babá Lorraine Gilles, que afirma que Mel B a seduziu com álcool, quando ela era apenas uma estudante estrangeira de 18 anos e a fez ter sexo em grupo. Isso de acordo com um novo processo.

Lorraine Gilles acaba de apresentar uma ação judicial alegando que Mel B a difamou dizendo que ela estava tendo um caso com o ex-marido de Mel B, Stephen Belafonte, que a engravidou e então a convenceu a fazer um aborto. Gilles diz ainda que Mel B retratou-a como uma “destruidora de lares, prostituta e extorsionista, maliciosamente descrevendo Gilles como imprudente, sem escrúpulos e exploradora”.

Segundo o site TMZ, Gilles diz em seu processo de difamação que Mel B explicou a ela pouco depois de vir para a América que a Spice Girl e Belafonte tinham um relacionamento aberto. Isso foi quando Mel B, então com 34 anos, fez a babá ficar bêbada e então a seduziu para ter um sexo em grupo com ela e Belafonte. Gilles continua dizendo que “em nenhum momento Gilles e Belafonte se envolveram em atos sexuais sem o conhecimento ou a participação de Melanie Brown e em nenhum momento Gilles e Belafonte representaram a Brown que Gilles estava grávida do filho de Belafonte”.

Gilles diz que seu relacionamento sexual com Mel B durou 7 anos. Quanto aos vídeos sexuais – que Mel B afirma que Gilles e Belafonte costumavam extorquir – ela diz que não tem nenhum deles. Além disso, a babá diz que quando eles tinham relações sexuais, Mel B ficava como a pessoa da câmera e gravava os encontros ou “participava do menage a trois”.

Mais fotos e a a reportagem na íntegra, clique aqui