Reprodução

Os autores Silvio de Abreu, de “Passione”, e Ricardo Linhares, que escreve com Gilberto Braga a próxima trama global das 20h, “Insensato Coração”, concordam que o beijo gay exibido pelo PSOL no horário eleitoral pode ser um avanço.

A informação é da coluna Outro Canal, assinada por Audrey Furlaneto e publicada na Folha desta sexta-feira (20). A íntegra da coluna está disponível para assinantes do jornal e do UOL.

Para Silvio de Abreu, “a sociedade já está mais do que preparada para ver um beijo gay feito com elegância, bom gosto e emoção”.

“A dramaturgia brasileira está pronta para tratar da questão, sem qualquer receio”, concorda Ricardo Linhares, embora questione se a classificação indicativa permitiria a veiculação.

O Ministério da Justiça, que monitora e define classificações vinculando idade e horário de exibição, não avalia o horário eleitoral, mas apenas produtos de ficção.