Do Portal Extra

(Foto: Reprodução)

O cantor americano Usher, de 38 anos, firmou um acordo milionário na Justiça para encerrar uma ação em que era acusado de passar “consciente e propositalmente” uma doença sexualmente transmissível a uma mulher, com quem teve um relacionamento. De acordo com documentos judiciais obtidos pelo site “Radar Online”, o astro pop respondeu na Corte Superior de Los Angeles por manter relações sexuais sem proteção, ciente do diagnóstico de herpes — vírus que não tem cura definitiva.

Com o processo, encerrado em dezembro de 2012, o cantor firmou um acordo no equivalente a R$ 3,4 milhões e ainda cobriu despesas médicas da ex-namorada no valor de R$ 8,6 milhões.

Segundo o site, que detalha os autos, o ganhador de oito prêmios Grammy foi exposto ao vírus em 2009 ou 2010. Na época, Usher Raymond IV foi diagnosticado como “portador assintomático” de herpes: o cantor possuía o vírus, mas não apresentava os sintomas característicos.

Para ler a matéria completa no Portal Extra clique aqui.