Redação com El País e MSN

Na sexta-feira os filhos de um professor britânico de Ciências Políticas entraram em seu escritório enquanto ele concedia uma entrevista ao vivo para a BBC. Robert Kelly opinava sobre a destituição da presidenta sul-coreana quando sua filha e seu filho irromperam na sala, em uma cena que viralizou nessa mesma tarde.

O vídeo deu a volta ao mundo em menos de 34 horas. Somente na página oficial do Facebook da BBC One acumula 65 milhões de reproduções e em outra conta da emissora no Twitter está a caminho de 65.000 retuítes.

Robert Kelly é professor de Relações Internacionais no Departamento de Ciências Políticas e Diplomacia da Universidade de Pusan (Coreia do Sul). Está há oito anos trabalhando nesta universidade.

Professor com a esposa e a filha – Reprodução Twitter

Quem é a mulher do vídeo?

Não é a cuidadora, mas a esposa do professor. O Daily Mail publicou uma entrevista com a mãe de Robert Kelly. Segundo o relato do tabloide britânico, a menina tem quatro anos e o bebê, nove meses. “Certamente pensaram que seu pai estava falando pelo Skype com seu avô”, disse a mãe ao jornal britânico. Alguns meios de comunicação e usuários de redes sociais deram como certo que se tratava da babá.

O blogueiro Phil Yu, autor de Angry Asian Man (Homem Asiático Irritado), criticou em declarações ao Los Angeles Times que “as pessoas se deixem levar pelos preconceitos”. “Há estereótipos sobre as mulheres asiáticas como serviçais, passivas e conformadas com um papel de dona de casa”, acrescenta. Por sua vez, a escritora norte-americana e feminista Roxanne Gay convidou os espectadores do vídeo a refletir “porque dão como certo que se trata de uma babá”, em um dos tuítes mais compartilhados.

“Robert costuma falar conosco do escritório que tem em casa, onde realizou a entrevista. As crianças escutaram vozes que saíam do computador e assumiram que éramos nós (os avós)”, disse a mãe do especialista, que considera o vídeo “muito divertido”. “Só espero que meu filho ganhe reconhecimento por seu trabalho e por isto”, acrescenta.

Para ler a reportagem completa do El País com os posts que viralizaram sobre o vídeo, clique aqui

Assista ao vídeo que se espalhou pelo mundo: