(Foto: Reprodução/Instagram)

 

Nesta segunda-feira, 22, Luana Piovani fez uma transmissão ao vivo em seu canal no YouTube e disse que deixou de bater em seu filho, Dom, de cinco anos. A atriz ainda é mãe dos gêmeos Liz e Bem, de dois anos.

Seu marido, Pedro Scooby, está fora do País e Luana disse que Dom é muito apegado a ele. “Quando o Pedro não está aqui, ele fica me testando demais para chamar a atenção. E eu já contei para vocês que dou uns tapas na bunda, puxo uma orelha, pego no braço mais forte”, falou Luana.

Porém, ela disse que há uma semana, sua atitude mudou. “Ele estava vindo e eu dando tapa na bunda, chamando a atenção, educando, brigando, falando: ‘Não faz isso’. Aí acho que, no terceiro tapa, tocou um sino na minha cabeça. Eu olhei para o Dom e falei: ‘Cansei. Cansei de te dar tapa, de puxar tua orelha, de você me desobedecer. Não vou mais bater em você nunca mais’. Subi com ele para o quarto – e ele odeia ficar sozinho -, tranquei ele lá e o deixei ali duas horas de castigo. No final, ele já estava falando: ‘Mãe, me bate’. Então eu conversei com ele e disse que agora é esse o castigo. E posso dizer? Foi a melhor coisa que eu fiz. Não quero mais bater no meu filho, não estou mais batendo no meu filho, e o castigo surtiu muito mais efeito”, contou.

Ela ainda disse que contou sobre sua mudança de atitude para sua psicóloga, que a elogiou. Ela disse: ‘Que bom, Luana, que você parou com a violência. Porque ele pode se viciar na violência, porque é uma maneira que ele sabe que te tem, então ele pode fazer disso uma arma. Mesmo sem você entender como alguém pode te chamar a atenção apanhando, isso existe. Ele também pode criar uma relação entre violência e mulher e isso pode causar danos nefastos para ele quando crescer’. E, logo eu, que sou uma mulher que levanta a bandeira da não violência, porque sofri violência doméstica. Não vou mais bater no meu filho”, concluiu Luana.