(Foto: Divulgação)

 

O ator Lázaro Ramos revelou que costuma perder o “freio” quando o assunto é conversar e tem o costume de “falar demais” durante uma conversa no programa Altas Horas, neste sábado, 21.

Questionado por Serginho Groismann sobre papos com taxistas, o ator afirmou que já chegou ao ponto de um motorista pedir para ele parar de falar: “Às vezes eu atrapalho a corrida, a pessoa perde o caminho de tanto que eu falo. E eu assumo. Eu me policio pra não perturbar as pessoas.”

“Vindo pra cá encontrei uma moça no aeroporto, ela pediu pra tirar uma foto e começou a conversar. Dei assunto, fui conversando e ela: ‘Lázaro, desculpe, mas é que eu tô um pouco atrasada…'”, contou, para os risos da plateia.

Em outro momento de bom humor, fez uma pergunta à sexóloga Laura Müller: “Dependendo do tamanho do bambu, o som sai diferente?”.

“Talvez seja o jeito de usar o bambu que [faz] o som sai[r] diferente”, respondeu a sexóloga, aos risos.

“Eu na minha adolescência, sempre escutei muito que o tesão da mulher é diferente do homem. O homem é mais visual e a mulher são outras coisas. Isso hoje em dia ainda se mantém?”, prosseguiu ele, com sua pergunta “séria”.

Laura explica que homens se estimulam mais visualmente, enquanto mulheres pelo “clima de sedução”. O ator emendou com outra piada: “Ou seja, eu tô malhando a toa, né?”

No programa, o ator ainda deu uma palhinha como cantor ao lado de Jarbas, músico que o acompanha há mais de 20 anos.