Beyoncé e Jay-Z – Reprodução

Em entrevista com jornal New York Times Jay-Z admitou ter traído a mulher, Beyoncé, o que já era uma desconfiança antiga dos fãs desde quando ele lançou o álbum 4:44, este ano. O rapper e produtor não só contou à publicação sobre a infedelidade como disse que foi a terapia que salvou seu casamento após o affair, que teria sido causada quando ele começou a remexer em feridas do passado.

“Você tem que sobreviver. Aí você entra em modo de sobreviência e o que acontece? Você deslliga todas as emoções. Então, mesmo com as mulheres, você vai se desligar emocionalmente, você não consegue se conectar… No meu caso isso vai fundo. E tudo acontece a partir daí: infidelidade”, contou Jay-Z.

O rapper, que não revelou com quem traiu Beyoncé, diz que ele e a mulher usaram a arte quase como que terapia – a ideia inicial era que eles lançassem um álbum juntos, mas ela fez Lemonade, onde Beyoncé fazia alusão à traição, se referindo a outra como “Becky do cabelo bom”.

“O melhor lugar é bem no meio da dor, e é la que nós estávamos. E isso era desconfortável. E nós tivemos um monte de conversas. Eu fiquei realmente orgulhoso da música que ela fez, e ela ficou realmente orgulhosa da arte que eu lancei. No final temos um respeito saudável pelo trabalho do outro. Eu acho que ela é incrível”, lembrou.

Para ler a reportagem completa, clique aqui