Na fria madrugada de hoje ganhei um reforço nas apurações pelo movimento de moradia. No registro você me vê com o Viegas e alguns moradores com quem passamos longas horas. A administração do município cedeu um galpão para abrigá-los, mas, parte das 50 famílias que perderam tudo ainda resiste sem qualquer acomodação adequada, no Largo do Paissandu, a fim de chamar a atenção dos órgãos competentes para a necessidade de projetos de habitação para quem mais precisa, como reza a cartilha de nossa Constituição. Sim! Porque o dever de sanar com o déficit habitacional é constitucional. A cidade de São Paulo tem mais de 254 mil prédios abandonados. Edifícios que não cumprem com a função social que deveriam: a de “habitar”, ou, servirem de moradia para PESSOAS. Enquanto isso, estudos indicam que 203,4 mil unidades habitacionais bastariam para solucionar a necessidade por moradia. Ou seja: esses imóveis abandonados, por proprietários que na maioria dos casos não pagam seus IPTU’s, se revitalizados dariam um fim ao déficit habitacional da capital. “Não queremos ser esquecidos num galpão. Queremos casa!”, afirma Rafael, morador com quem conversei essa noite, e que você pode conferir na cobertura de hoje nos meus stories. Há postos de coleta aceitando doações para dar apoio a esses batalhadores de fundamental importância para pressionar o Poder Público para a luta por moradia com dignidade. Afinal, se mesmo com as ocupações os projetos por habitação do governo tampouco engatinham..imaginem se não houvesse pressão! Já deu, povo! Não dá mais para sermos tão passivos. O verbo do brasileiro comum é LUTA e acho que já deu para perceber que as autoridades políticas estão sambando em nossas caras…só não se interessam por nós: os maltratados contribuintes. As informações sobre postos de coleta de doações também estão nos meus stories. Ajude! Por favor! Compartilhe! Boa tarde a todos. Abraços! @viegasoficial #moradia #habitação #habitacion #frentedelutapormoradia #QuemOcupaNãoTemCulpa #ajude #desigualdadesocial #pobreza

Uma publicação compartilhada por Nayara de Deus (@nayaradedeusoficial) em

Nayara e Viegas, ex-participantes do BBB18, passaram a madrugada desta quinta-feira, 3, ao lado dos desabrigados do Edifício Wilton Paes de Almeida, que pegou fogo e desabou na última terça-feira, dia 1º, no centro de São Paulo.

Pelo Instagram, a jornalista compartilhou fotos e vídeos nos Stories da situação no local e incentivou os seguidores a doarem roupas, kits de higiene e alimentos para os desabrigados.

“Na fria madrugada de hoje, ganhei um reforço nas apurações pelo movimento de moradia. No registro, você me vê com o Viegas e alguns moradores com quem passamos longas horas”, escreveu Nayara em uma foto.

Ela comentou sobre a existência de prédios abandonados na capital paulista que poderiam servir de moradia. “Esses imóveis abandonados, por proprietários que na maioria dos casos não pagam seus IPTUs, se revitalizados, dariam um fim ao déficit habitacional da capital”, disse.

Viegas também pediu ajuda e passou a manhã de quinta-feira próximo ao local do desabamento para receber as doações. “A gente está aqui pedindo na humildade para vocês, quem puder dar uma força, eles precisam de barraca, desinfetante, produto de limpeza”, solicitou ao lado de uma ex-moradora do prédio.