Caipirinha do bar Hibari

A  mistura de cachaça, limão e açucar caiu no gosto do brasileiro e se transformou num símbolo nacional – a Caipirinha. A bebida fez história e alcançou o “status” de drink.

Sobre a sua origem pesam muitas versões. A mais difundida dá conta de que em 1918 a mistura era usada como remédio para amenizar os efeitos da Febre Espanhola. Segundo reza, a fórmula com a aguardente surgiu em Piracicaba, no interior de São Paulo, uma provável explicação para o nome “caipirinha’.

Outra versão é de a bebida foi trazido por marinheiros estrangeiros que, ao desembarcarem em Parati, usavam-na para prevenir o “escorbuto”, doença provocada pela falta de Vitamina C no organismo.

Seja em Piracicaba, Parati ou em alguma paragem lá das Minas Gerais, o fato é que o coquetel nasceu remédio. É de remédio foi parar nas prateleiras de bares mais disputadas e hoje, está listada entre os clássicos da coquetelaria mundial. Em 2003, foi consagrada como bebida típica brasileira por decreto presidencial.

Muitas são as versões sobre a sua origem da Caipirinha e hoje, e inúmeras são as receitas que se apropriam da original. Vai do gosto do freguês. Seja a tradicional de limão com cachaça, açucar e gelo ou seja com frutas, a Caipirinha é, sem dúvida, a bebida do Brasil.

Em Curitiba, o coquetel ganha os bares e restaurantes com a opção clássica e releituras. Saiba onde ir para apreciar uma Caipirinha que pode ser o “seu número”.

Confira aqui quatro dicas de bares com ótimas caipirinhas