Marisa Thomazzi,

O Portal Eu Amo Curitiba conversou com Marisa Thomazzi, uma das fundadoras do Movimento dos Sem Ingressos. Em 2004, um grupo de ex-estudantes da Faculdade de Artes do Paraná (FAP) criou a organização que, todos os anos, arrecada e distribui entradas gratuitas durante o Festival de Curitiba.

Os organizadores contam que a ideia surgiu porque os professores exigiam que os alunos assistissem determinadas peças do Festival e produzissem resenhas sobre elas, mas muitos dos estudantes não tinham condições de pagar os ingressos.

Eu Amo Curitiba (EAC): Como começou o Movimento dos Sem Ingressos?

Marisa Thomazzi (MT): A idéia surgiu quando os professores da FAP pediram para os alunos fazerem resenhas. Como os ingressos eram caros, eles não tinha como pagar, eles iam na frente do Guairão. Um dia minha amiga Debora dos Santos que é uma das mentoras do movimento estava na frente do teatro triste por que não ia conseguir entrar. E ela viu um cara, antigamente eram umas filipetas quadradinhas não é igual ao ingresso de hoje. Ela perguntou para ele poderia doar e explicou a situação. Ele deu uns dez ingressos, ela distribuiu para os amigos e a partir dali ela começou a galgar esses ingressos que eram cortesias. O movimento está completando 15 anos esse ano, ela começou com um garrafão para colocar os ingressos dentro para não se perder.

(EAC): Quantas pessoas trabalham na equipe?

(MT): Debora dos Santos, Raquel Franciele, Anderson Ribeiro e eu Marisa Thomazzi. É um movimento sem fins lucrativos, nós contatamos as companhias, eles trazem as cortesias e a gente distribuiu para quem não pode pagar. Na nossa página muitos depoimentos de pessoas que nunca haviam nem entrado em um teatro. Graças ao movimento conseguiram levar a família para assistir uma peça de teatro. Para nós é muito gratificante.

(EAC): Vocês fazem um revezamento em frente ao Memorial de Curitiba?

(MT): Sim, ficamos todo o período do Festival, pegamos os ingressos, distribuimos, orientamos as pessoas para irem assistir as peças. Depois dessa iniciativa abriu um leque de opções para o público que não tem condições.

Ficou curioso? Então assista aqui ao convite da Marisa Thomazzi pra você saber como conseguir seu ingresso de cortesia