O Miniauditório do Teatro Guaíra recebe a partir desta quinta-feira (3) o espetáculo Para Não Morrer, que rendeu à Nena Inoue, o Troféu Gralha Azul 2017 de melhor atriz. Após lotar as apresentações realizadas durante o Festival de Teatro de Curitiba 2018, o espetáculo  volta a ser apresentado e fica em até 20 de maio.

Inspirado na obra “Mulheres”, de Eduardo GaleanoPara Não Morrer aborda histórias de mulheres da resistência – célebres e anônimas – que transformaram o meio em que viviam.

Durante a apresentação, o público é convidado a refletir sobre temáticas femininas e feministas atreladas a questões políticas, especialmente da América Latina. O espetáculo conta com dramaturgia do curitibano Francisco Mallmann e com a parceria de criação de Babaya Morais. pós essa temporada em Curitiba, a obra segue para turnê em São Paulo e Rio de Janeiro.

A peça fala sobre luta, opressão, violência. Mas também trata de resistência, liberdade, afeto. É sobre as mulheres de hoje, do que está adormecido, de coisas que precisamos despertar”, descreve Nena. Segundo ela, em momentos de retrocessos sociais é importante ativar a consciência histórica. “Esse espetáculo é minha forma de militar, é meu exercício de resistência”, finaliza.

Para ler mais sobre a peça, clique aqui