(Foto: Divulgação)

 

Com três apresentações no Fringe da 27ª edição do Festival de Teatro de Curitiba, o espetáculo O Dragão Dourado traz o drama de migrantes e refugiados sob a direção de Dagoberto Feliz (dois prêmios APCA), texto de Roland Schimmelpfennig e no elenco o Coletivo Quartocê, formado por jovens atores da cidade de São Paulo.

Texto pouco encenado no Brasil se debruça sobre o tema de modo fragmentado e barulhento, quando expõe a vida de pessoas que se relacionam de alguma forma com o restaurante de comida chinesa, tailandesa ou vietnamita que dá nome à peça.

A indiferença em relação a origem dos pratos é um dos emblemas tragicômicos da situação de apagamento a que migrantes são constantemente submetidos.

Leia a reportagem completa aqui.

Assista à participação da turma de “O Dragão Dourado” na Banda B: