Debora Ivanov – Diretora-Presidente em exercício da ANCINE,  – Foto: ANCINE

A terceira edição do Seminário Mercado Audiovisual, que acontece dias 07 e 08, na sede do Sebrae/PR, contará com grandes players do setor, no eixo Rio-São Paulo, em Curitiba. Será uma grande oportunidade para estudantes e profissionais paranaenses apresentarem seus projetos para empresas que são referências no mercado nacional, além da troca de experiências e de poderem participar de rodadas de negócios. O evento tem a parceria da Brasil Audiovisual Independente (BRAVI), entidade do setor que congrega produtoras independentes.

De acordo com a gestora de projeto de Audiovisual do Sebrae/PR, Walderes Bello, até o momento, 210 produtoras confirmaram presença no seminário, sendo que 85 projetos foram inscritos para a rodada de negócios. “Fechamos 110 agendas para as rodadas de negócios, que acontecem nos dois dias, na parte da manhã, para que os participantes possam mostrar suas produções e fazer contatos com grandes empresas do mercado. Uma oportunidade que os empresários paranaenses não têm quando participam de eventos similares pelo Brasil, onde a concorrência com produtoras de outros estados é muito maior”, explica a consultora.

Entre os assuntos de destaque no seminário estão temas que fazem reflexões sobre o desenvolvimento do audiovisual e seu impacto em outros setores importantes da indústria criativa (games, tecnologia e comunicação). Os três eixos principais do encontro serão focados em mercado, políticas de fomento regional e regulamentação, produção regional e co-produções.

Na quinta-feira (07), a programação tratará de temas como produção de conteúdos independentes, inovação na indústria audiovisual e produção regional. Na sexta (08), será reservado para diálogo com canais, gestão de propriedades intelectuais e sessão de pitching. “Para este último, cinco projetos locais nas categorias filme de ficção, documentário e kids foram selecionados e os empreendedores previamente capacitados para participar de apresentações, sendo que todos receberão um feedback de numa banca formada por experts de canais e de grandes produtoras, que vão avaliar e orientar os profissionais”, diz.

O seminário é aberto ao público do setor. “Nosso objetivo é levar atualização e conhecimento num espaço em que estarão profissionais de renome do segmento para que empreendedores de micro e pequenas empresas enxerguem novas oportunidades de atuação”, conclui Walderes.

Impulso

Uma das propostas é anunciar a formação do grupo à Debora Ivanov – Diretora-Presidente em exercício da ANCINE, que estará no evento. Além disso, serão discutidos vários temas de interesse para o Setor Audiovisual.

A Lei 12.485/2011 determina que os canais que exibem predominantemente filmes, séries, animação, documentários (chamados de canais de espaço qualificado) passam a ter a obrigação de dedicar 3 horas e 30 minutos semanais de seu horário nobre à veiculação de conteúdos audiovisuais brasileiros, sendo que no mínimo metade deverá ser produzida por produtora brasileira independente. Outro dispositivo da lei estabelece que todos os pacotes oferecidos aos consumidores deverão incluir 1 canal de espaço qualificado de programadora brasileira para cada 3 canais de espaço qualificado

Após seis anos da criação das cotas da lei 12.485/2011, foram criadas e registradas na ANCINE mais de 9 mil produtoras em 2016. Isto promoveu um impulso nas produções brasileiras: 500 em 2012 para mais de 2200 em 2016. No Brasil, a atividade já responde economicamente como um segmento equivalente à indústria farmacêutica ou do turismo, e é decisiva enquanto força estratégica de conhecimento e identidade.

Em linhas gerais, serão discutidos os seguintes temas: regulação do Vídeo sob Demanda (VOD) e a participação da região sul nas linhas de arranjos regionais e de TVs Públicas e nos editais do Programa Brasil de Todas as Telas.

Segundo determinação da ANCINE –, a região Sul é composta pelos estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Minas Gerais e Espírito Santo.

Participarão do Fórum dos Sindicatos da Indústria Audiovisual do PR, SC, RS, MG e ES:

SIAPAR PR – Sindicato da Indústria Audiovisual do Estado do Paraná

SANTACINE – Sindicato da Indústria Audiovisual de Santa Catarina

SIAVRS – Sindicato da Indústria Audiovisual do Rio Grande do Sul

SINDAV – Sindicato da Industria do Audiovisual de Minas Gerais

FUNDACINE – Fundação Cinema RS

BRAVI – Associação Brasileira de Produtores Independentes de Televisão

*** Mais informações podem ser obtidas no site do Sebrae/PR ou pelo link http://www.sebraepr.com.br/PortalSebrae/sebraeaz/III-Semin%C3%A1rio-Mercado-Audiovisual-%E2%80%93-Programa%C3%A7%C3%A3o