Da SMCS

A palavra de ordem deve ser “pesquisar” antes de comprar ovos e chocolates para a Páscoa. Isso porque a variação de preço de um mesmo produto pode chegar a 409% em diferentes supermercados de Curitiba, segundo levantamento do Disque Economia, feito entre os dias 21 e 28 de março. A equipe da Secretaria Municipal de Agricultura e Abastecimento percorreu 11 estabelecimentos da capital.

Ovos de páscoa.
Foto: SECS

“Muitos supermercados fazem promoções diárias, levando a essas grandes variações. Por isso, é importante que as pessoas façam a comparação dos preços”, orienta Thiago Cavichiollo, coordenador do Disque Economia. Ao todo, foram pesquisados 132 produtos, entre ovos, barras, bombons, coberturas, colombas e caixas de variedades.

Preços

Os pesquisadores constataram que os preços dos chocolates tiveram uma alta, média, de 8% em relação ao ano passado. Além disso, Cavichiollo revela que alguns chocolates tiveram redução média de 2% no peso este ano, em comparação ao ano passado, mas os preços de alguns produtos não tiveram queda proporcional.

“Constatamos, por exemplo, que uma caixa de bombom teve sua gramatura reduzida de 200 gramas para 171 gramas e o preço ainda subiu em comparação ao valor praticado na Páscoa anterior. Se levarmos em conta o preço por quilo do chocolate, a alta chegou a 55%”, exemplifica o coordenador do serviço da Prefeitura.

Diferenças

De acordo com o coordenador do Disque Economia, as diferenças mais significativas ocorreram em produtos com até 100 gramas. No caso da variação de 409%, ela foi constatada em uma caixinha de 64 gramas, com quatro bastões de chocolate, em que os preços tinham diferenças de R$ 1,00 a R$ 5,09 entre os supermercados. Outra grande variação foi encontrada em um tablete de 90 gramas, que tinha preços variando entre R$ 1,43 a R$ 5,98 (318,1%).

Entre os chocolates em barra, a pesquisa do Disque Economia encontrou diferenças de até 71,2%. No caso dos ovos, a variação de um mesmo produto em diferentes supermercados chegou a 164,8%. Em relação às caixas de variedade, a diferença chegou a 41,8% entre os pontos pesquisados.

Seis marcas fizeram parte do levantamento (Nestle, Lacta, Garoto, Arcor, Ferrero Rocher e Panco). “Até a Páscoa, a equipe estará fazendo acompanhamentos periódicos, mais de uma vez na semana, inclusive”, acrescentou Cavichiollo.

A pesquisa de preços de chocolates para a Páscoa já está disponível para consulta no site do Disque Economia (http://disqueeconomia.curitiba.pr.gov.br/). Basta clicar no menu Pesquisa ovos de chocolate.