Da AEN

O Paraná teve o segundo melhor desempenho do país na criação de empregos com carteira assinada no mês de agosto. O Estado teve um saldo de 12.259 empregos, o que representa um aumento de 0,46% em relação ao estoque de assalariados no mês de julho, segundo dados divulgados nesta sexta-feira (20/09) pelo Cadastro Geral de Empregados e Desempregados (Caged), do Ministério do Trabalho.

empregos-200913-bandabEntre os estados brasileiros, o Paraná ficou atrás apenas de São Paulo, que criou 39.564 postos. Do total de vagas abertas no Estado, 10.555 postos foram no interior. No Sul, Santa Catarina criou 8.668 vagas de trabalho e o Rio Grande do Sul, 6.963 postos de trabalho.

O secretário estadual do Trabalho, Emprego e Economia Solidária, Luiz Claudio Romanelli, disse que a economia paranaense continua dando sinais de vitalidade na criação de empregos como resultado das políticas públicas implantadas pelo governo do Estado.

“Em dois anos e oito meses do governo Beto Richa, o Paraná criou 314.627 empregos. No mesmo período, o Rio Grande do Sul criou 294.876 vagas e Santa Catarina 222.158. No ano, são mais de 99 mil empregos, número que já supera o total de empregos criados em 2012, que foi de 89.122. São excelentes resultados”, avalia Romanelli.

SETORES – Os setores que mais criaram empregos no Paraná em agosto foram Serviços, com 4.215 vagas, Comércio, com 3.917 postos de trabalho; e a Indústria da Transformação, com 3.327 vagas. Das 12.259 vagas de emprego criadas no Estado em agosto, 10.555 postos foram no interior. A Região Metropolitana de Curitiba registrou acréscimo de 2.204 empregos formais em relação ao mês anterior (+0,21%).

Os municípios que mais criaram postos de trabalho foram Curitiba, com 1.044 vagas, Maringá com 909 novas vagas, Londrina com 762 postos de trabalho, São José dos Pinhais, com 591 empregos, Cascavel, com 567 e Ponta Grossa, com 549 vagas.

ANO – Nos primeiros oito meses do ano, houve acréscimo de 99.698 postos (+3,86%). Em termos absolutos, foi o melhor desempenho da Região Sul e o terceiro do país, atrás de São Paulo (359.308) e Minas Gerais (146.672).

BRASIL – Em agosto foram criados 127.648 empregos formais no país, um crescimento de 0,32% se comparado ao mês anterior. No acumulado do ano, o emprego cresceu 2,72%, representando o acréscimo de 1.076.511 postos de trabalho.

Nos últimos 12 meses foram criados 937.518 postos, uma elevação de 2,36%. Se for analisado o comportamento do emprego de janeiro de 2011 a agosto de 2013, a elevação foi de 10,54%, com abertura de 4.686.790 postos de trabalho no país.