Da Redação com assessoria

A greve nacional dos bancários chegou ao 17º dia e terceiro dia consecutivo nesta quinta-feira. Segundo o Sindicato dos Bancários de Curitiba, para pressionar os banqueiros na melhora da proposta, os bancários de Curitiba e região ampliaram a mobilização e a greve avançou para locais mais distantes do centro, como Bairro Alto e Bacacheri por exemplo.

greve

(Foto: Divulgação)

Em Curitiba e região, a estimativa é que 15 mil bancários estejam de braços cruzados, inviabilizando o atendimento em 360 agências e 11 centros administrativos. No Paraná, são 827 agências com atividades paralisadas.

Negociações

As negociações foram retomadas na última terça-feira, dia 20 de outubro, após 15 dias de greve. Os banqueiros ofereceram somente reajuste de 7,5% em todas as verbas salariais e benefícios, retiraram a oferta de abono e nada sobre segurança, saúde ou condições de trabalho. A proposta abaixo da inflação foi rejeitada na mesa pelo Comando Nacional dos Bancários.

Ontem, dia 21, uma nova proposta de reajuste, de 8,5%, também foi rejeitada na mesa pelos representantes dos trabalhadores. As negociações serão retomadas nesta tarde, a partir das 17 horas (inicialmente, a reunião seria as 14h, mas foi adiada a pedido dos patrões).