Da Redação com ACP

(Foto: Marcelo Camargo/ABr)

A maioria dos consumidores (59%) afirma ter um perfil equilibrado quando se trata dos hábitos de compra, segundo pesquisa desenvolvida pela Boa Vista SCPC e divulgada pela Associação Comercial do Paraná (ACP) nesta segunda-feira (27). Outros 28% dizem ser conservadores e 13% admitem ser consumistas.

O levantamento, elaborado com 1.169 entrevistados em todo o Brasil, no período entre 31 de janeiro e 13 de fevereiro, também quis saber em qual situação os entrevistados acreditam ser mais conservadores. Nesse caso, 61% disseram que os hábitos de consumo independem do produto ou serviço; e 39% no uso diário do dinheiro.

A pesquisa da Boa Vista SCPC também perguntou ao consumidor o que leva em consideração, em primeiro lugar, ao decidir pela compra de determinados produtos ou serviços. A promoção, por exemplo, supera a qualidade e a marca nos itens de limpeza, vestuário, calçados, perfumaria, eletrodomésticos, eletrônicos e até celular/smartphone. Por outro lado, a qualidade tem mais relevância em detrimento da promoção ou da marca quando a compra é de alimentos e produtos de higiene pessoal. O quesito marca fica em terceiro lugar em todos os itens questionados.

Quanto ao grau de endividamento neste início de ano, em média, 20% dos consumidores classificam-se como muito endividados. Este percentual cresce na classe D/E (53%).

Perfil dos entrevistados

Maioria do público representa as classes D/E. Aproximadamente 70% residem no Sudeste do país. Prevalecem os homens e os que moram com a família. Os mais jovens concentram-se nas classes DE. 17% dos consumidores da classe DE estão desempregados. 34% fazem “bico” ou trabalho extra. Em média, 65% dos consumidores são casados e possuem filhos. Na classe AB este percentual cai para 62%.