Da Agência Brasil

O Índice de Preços ao Consumidor da Terceira Idade (IPC-3i) teve redução de 1,07 ponto percentual no terceiro trimestre do ano, com inflação de 0,19%. Os dados foram divulgados hoje (14) pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas.

A inflação acumulada em um ano na cesta de consumo de famílias majoritariamente compostas por idosos ficou abaixo do índice geral. Nos últimos doze meses, O IPC-3i soma 4,96%, enquanto o IPC-Br foi 5,29%.terceira-idade-141013-bandab

A classe de despesa que mais contribuiu para a queda foi alimentação, que saiu de uma inflação de 0,55% no segundo trimestre para uma deflação de -1,79% no terceiro. O item hortaliças e legumes se destacou na queda de preços, com -33,25%.

Saúde e cuidados pessoais foi outra classe com decréscimo, de 2,66% para 1,19%. Os medicamentos tiveram papel importante para esse resultado, com queda de 4,40% para 0,02%. O mesmo se deu em habitação, de 1,70% para 1,04%, transportes, de 0,09% para -0,51%, e vestuário, de 2,78% para 0,40%.

As classes comunicação (de -0,55% para 0,17%), educação leitura e recreação (de 0,73% para 0,89%) e despesas diversas (de 0,40% para 0,53%) tiveram aumento da inflação. Tarifas de telefone residencial, hotel e clínica veterinária pesaram, nessa ordem, para cada grupo.