Da AEN

O Índice de Preços ao Consumidor para Curitiba (IPC), medido pelo Instituto Paranaense de Desenvolvimento Econômico e Social (Ipardes), apresentou variação de 0,11% em setembro. Houve desaceleração significativa em comparação com o mês anterior e com setembro de 2012, que tiveram taxas de 0,80% e 0,82%. A variação acumulada de janeiro a setembro está em 3,66%.

O grupo Transporte teve aceleração de 0,46% e exerceu maior influência no resultado final. Esse indicador apresentou reduções de 0,52% no preço de automóveis de passeio nacional usado, de 9,89% em passagem aérea, de 0,76% gasolina comum, de 0,44% em automóvel de passeio nacional zero quilômetro e de 0,87% em automóvel de passeio importado zero quilômetro. Em outro extremo, houve alta de 5,41% em seguro voluntário de veículo.

O grupo Saúde e Cuidados Pessoais subiu 1,11% puxado pelos aumentos de 4,57% em creme de pele e bronzeadores e os reajustes em medicamentos como vitamina 4,19%, anticoncepcionais 4,98% e os anti-infecciosos e antibióticos 3,77%. A principal queda foi de 1,97% em perfumes.

Alimentos e Bebidas variaram 0,72%. Os principais itens que contribuíram com essa taxa foram o aumento de 27,19% em banana caturra e as quedas de 20,13% em cebola, 17,66% em alface e de 15,28% para o item batata-inglesa.

Com redução de 1,12%, o grupo Despesas Pessoais foi influenciado pelos preços de pacotes turísticos que diminuíram em 13,07%. Habitação subiu 0,56%, refletindo as altas de 4,19% em botijão de gás e 0,45% em aluguel residencial.

A aceleração de 1,26% no grupo Comunicação foi devido a majoração dos preços em 37,15% nos aparelhos de telefone celular. Vestuário desacelerou 0,71%, Artigos de Residência subiu 0,60% e Educação variou -0,07%.