Da Redação com Assessoria

O consumidor curitibano, com a aproximação do Dia das Mães, planeja gastar individualmente até R$ 169 nos presentes para o dia das mães, de acordo com a estimativa que prevê aumento médio de 5% nas vendas desse ano em comparação ao mesmo período do ano passado.

A constatação foi feita com a tabulação dos dados da pesquisa ACP/Datacenso, que ouviu 200 comerciantes e 200 consumidores entre os dias 28 e 30 de abril. Foram ouvidos proprietários ou gerentes de micro (75,7%), pequena (22,5%), média (1,2%) e grande empresa (0,6%) que têm de nove a mais de 100 empregados, dedicando-se principalmente aos ramos de vestuário (19,7%), calçados (18,5%), móveis (17,3%), chocolates (9,8%) e perfumes (6,9%).

diadasmaes

(Foto: Reprodução Google)

A amostragem dos 200 consumidores foi feita com mulheres (46%) e homens (54%), cuja faixa etária vai de 18 a 65 anos, variando a renda média mensal entre R$ 1.245 a R$ 6.220. A maior densidade dos consumidores está na faixa de 26 a 35 anos de idade (31,5%), e o rendimento mensal entre R$ 1.867 a R$ 3.110.

No indicativo da preferência pelos presentes para as mães, os consumidores optaram por roupas (33%), calçados (23%), perfumes (13%), móveis (7,5%) ou perfumes e flores (6,5%).

Os comerciantes (42,2%) esperam vender mais que no mesmo período em 2013, embora seja elevado o percentual (31,1%) dos que esperam vender menos. Para 27% dos consumidores ouvidos pelo Instituto Datacenso a expectativa é chegar ao mesmo patamar de vendas do ano passado.

A preferência indicada pelo consumidor na hora do pagamento é o sistema de parcelamento no cartão de crédito (42,4%), ou à vista (27,5%), totalizando 70% dos que pretendem dar presentes no Dia das Mães.