Da Redação

Chegou a 88% o percentual de famílias endividadas em Curitiba segundo levantamento da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP) divulgado nesta segunda-feira (15). Segundo “Radiografia do Endividamento das Famílias Brasileiras”, o número total de famílias endividadas em números absolutos ultrapassou a marca de 518 mil.

Na média das capitais brasileiras houve um recuo no número de famílias endividadas de 62% em 2011 para 59% em 2012. Mesmo com o menor porcentual de famílias endividadas, o valor dessas dívidas cresceu, em função do aumento do volume de empréstimos concedidos em 2012. Os dados comparativos de 2010, 2011 e 2012 têm como fontes o IBGE e a CNC.

O valor total da dívida das famílias obteve um aumento real de R$ 346 milhões, e passou de R$ 15,9 bilhões em 2011 para R$ 16,2 bilhões em 2012. Como resultado, o valor médio real da dívida mensal das famílias (nível nacional) também obteve um aumento de 7,6% em 2012, e passou de R$ 1.812 para R$ 1.950. Os índices de inadimplência das famílias e o de comprometimento de renda média mensal familiar se mantiveram praticamente estáveis entre 2011 e 2012. No indicador “contas em atraso das famílias”, a oscilação foi de 23% em 2011 para 22% em 2012. E a taxa de renda comprometida com o pagamento de dívidas se manteve em torno de 30%, porcentual considerado adequado.