Redação com Reuters

Boatos de que vai faltar gasolina em todo o país em razão da greve dos funcionários da Petrobras tomam conta das redes sociais. No Paraná, o aviso espalhado pelo whats app também chama atenção para a greve dos caminhoneiros, anunciada para semana que vem. Um dos avisos nas redes diz: “Atenção: Encham o tanque porque a Refinaria de Araucária acabou de fechar e vai faltar gasolina no Paraná inteiro essa semana! É o começo da maior greve rodoviária da história da América Latina. A greve dos caminhoneiros começa dia 9 de novembro, mas a refinaria já está parada. Repasse”.

posto

Alguns postos já estariam subindo preços em Curitiba

Em nota, a Petrobras reconheceu nesta terça-feira (3), que a greve de trabalhadores da companhia interrompeu ou reduziu a produção de petróleo em diversas plataformas desde domingo, mas até o momento não afetou a operação de refinarias nem o abastecimento de combustíveis no país.

Segundo a empresa, na segunda-feira (2) houve queda de produção de 273 mil barris de petróleo, o que corresponde a 13% da produção diária no Brasil. Adicionalmente, 7,3 milhões de metros cúbicos de gás natural deixaram de ser disponibilizados, o que equivale a 14% do gás ofertado diariamente ao mercado brasileiro.

Porém,  a Petrobras “reitera que, apesar do efeito na produção de petróleo e gás no Brasil, resultante do movimento grevista, a distribuição está funcionando dentro da normalidade e não há previsão de desabastecimento do mercado.”

Mais cedo, a Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) havia divulgado nota afirmando que a greve não trouxe riscos de desabastecimento de combustíveis no Brasil até o momento.

A informação foi confirmada pelo setor privado. O diretor de Mercado e Comunicação do sindicato nacional das distribuidoras (Sindicom), Cesar Guimarães, disse que, até o momento, o movimento não impactou o abastecimento de combustíveis no país.

Aumento

A preocupação agora é com aumento. Não há nada oficial em relação a algum reajuste dos combustíveis. Porém, na manhã desta quarta-feira, vários ouvintes da Banda B relataram que alguns postos estariam subindo o preço do litro da gasolina. No bairro Campo Comprido há relato de gasolina vendida hoje a R$ 3,69. Por outro lado, há postos praticando o preço de R$ 3,29 para o combustível em Curitiba.

Greve

A greve foi iniciada na quinta-feira (29) por cinco sindicatos que compõem a Federação Nacional dos Petroleiros (FNP). A categoria, que pede reajuste salarial de 18%, rejeitou a proposta da Petrobras de reajuste de 8,11%.

Na Bacia de Campos, o movimento grevista atinge atualmente 45 unidades marítimas da estatal, entre plataformas, sondas de perfuração e Unidade de Manutenção e Serviço (UMS), segundo levantamento do Sindipetro Norte Fluminense (Sindipetro-NF).

Das 45 unidades em greve, 29 estão com as atividades completamente paralisadas (26 plataformas e 3 UMS), outras sete estão com produção restrita e nove tiveram a operação assumida por equipes de contingência da Petrobras.

Em nota, a Petrobras disse que “está avaliando os impactos das mobilizações dos sindicatos”. A Petrobras disse anteriormente que está tomando medidas para manter a produção e o abastecimento do mercado.