9 escândalos envolvendo alimentos na China

Recentemente nós ficamos estarrecidos com a denúncia de contaminação nos leites com formol, isto sem contar outros angustiantes escândalos alimentares envolvendo falsificações na última década. A gigante e super populosa China também tem sido alvo de falsificações com leite contaminado com melamina e carnes contaminadas que marcaram a indústria alimentar no país.

Neste post vou compartilhar nove dos mais notórios incidentes relacionados com os alimentos registrados no país mais populoso do mundo!

1. Bolinhos de carne recheadas com papelão

9 escândalos envolvendo alimentos na China (1)

Qual a melhor forma de reduzir os custos de produção do que a utilização de papelão no lugar de carne genuína? Nesta foto sem data, os cortes de papelão são embebidos em soda cáustica, cortado em pedaços e regados com temperos e aromatizantes de porco.

Este processo pode parecer plausível, mas em 2007 a estatal China Daily informou a prisão de um repórter de televisão em Pequim por liberar supostos falsos relatos de que uma loja de alimentos sem licença estava vendendo esses bolinhos recheados de papelão.

Até o momento, não há relatos confirmando se a tal prática ainda esteja sendo praticada nos mercados chineses.

2. Leite com Melamina

9 escândalos envolvendo alimentos na China (2)

Que tal aumentar a produção de leite com a simples adição de água no leite? Em testes exigidos pelo Governo foi detectado uma quantidade menor de proteínas em leite diluído, mas alguns indivíduos ávidos por lucros encontraram uma maneira inteligente e maléfica para burlar os testes de qualidade.

A exemplo do que aconteceu aqui no Brasil, os empresários do leite usaram a melamina em produtos lácteos que passaram nos testes sem serem detectados. Mas em 2009, o pior aconteceu e  mais de 50 mil crianças chinesas ficaram doentes, e quatro delas morreram por causa da ingestão do leite contaminado.

3. Ovos falsos de galinha

9 escândalos envolvendo alimentos na China (3)

P*#%a falta de sacanagem fazer isso com as crianças né?! Com a mistura certa de carbonato de cálcio, pó de gesso e parafina, você terá ovos “perfeitos”.

Para criar a clara do ovo uma quantidade proporcional de alginato de sódio é misturado com água, em seguida, incorporado com gelatina, alúmen, e ácido benzóico. Em seguida, o pigmento amarelo limão para alimentos e cloreto de cálcio são misturados para formar a gema. O produto final é surpreendentemente semelhante aos ovos genuínos, mas sem o conteúdo nutricional. Fora o risco para a saúde com a ingestão de produtos químicos industriais de primeira qualidade.

4. Macarrão de arroz com ingredientes podres

9 escândalos envolvendo alimentos na China (4)

Para alguns inescrupulosos, comida estragada ainda rende muito dinheiro. Em Dongguan uma cidade perto de Hong Kong, cerca de 50 fábricas foram descobertas supostamente produzindo cerca de 500 mil quilos de macarrão de arroz a partir de misturas de grãos mofados, podres, e substâncias químicas consideradas cancerígenas.

5. Arroz falsificado

9 escândalos envolvendo alimentos na China (5)

O jornal Weekly Hong Kong informou em 2009 que a mídia de Cingapura fez afirmações sobre a prática ainda disseminada de produção de arroz falso em Taiyuan, uma cidade na província de Shaanxi, na China. Cada grão falso contém uma mistura de batata, batata doce, que são moldados em formas e tamanhos do arroz. Em seguida, adiciona-se resina plástica industrial para dar o toque final.

Os grãos permanecem duros mesmo depois de cozido, para não mencionar que são tóxicos para consumo humano. Um funcionário do restaurante chinês Association cita os perigos de comer arroz falso: “comer três copos deste arroz falsificado é como comer um saco de plástico“. Ainda estão investigando estas afirmações, tomara que não demorem muito!

6. Carne azulada de porco

9 escândalos envolvendo alimentos na China (6)

Brinquedos e decorações de parede em forma de estrela podem parecer sedutores quando brilham na escuridão, mas não a carne de porco que você acabou de comprar do mercado.

Em 2011, uma moradora comprou carne de porco e notou algo incomum quando saiu da cama para usar o banheiro, quando ela passou pela cozinha, notou um brilho azulado fraco e estranho vindo dos restos de carne.

Este fenômeno levou a Food Safety Commission Changsha investigar com a ajuda de outros departamentos governamentais e especialistas na área. O relatório indicou a presença de bactérias fosforescentes, de acordo com a Supervisão do Departamento de Saúde de Xangai.

7. Vinho falsificado

9 escândalos envolvendo alimentos na China (7)

Nem o vinho falsificado escapa do paladar do Mestre de Vinhos Jeannie Cho Lee. Em março de 2012 ele detectou uma falsificação durante um jantar em Hong Kong.

De acordo com Ian Ford, diretor da fábrica de vinhos finos Summegate, os fabricantes de vinhos falsificados aproveitaram a onda de vinhos importados no mercado local, dizendo que as vítimas potenciais eram geralmente os clientes chineses com pouca experiência com os vinhos.

8. Carne de rato

9 escândalos envolvendo alimentos na China (8)

Desta vez o problema não é falsificação, mesmo porque a carne de rato é rica em proteína, para os chineses claro. Mas o que torna a venda desta carne um crime grave é falsamente rotular o produto como carne de boi ou de carneiro. E se o problema for encontrar ratos, raposas e martas são uma boa alternativa também.

Recentemente, autoridades chinesas fizeram mais de 900 detenções por crimes relacionados com os alimentos. E uma campanha de três meses mobilizada pelo Ministério da Segurança Pública, que começou em 25 de janeiro, acusou mais de 380 casos de práticas ilegais ligadas à alimentação. A repressão em si acumulou mais de 20.000 toneladas de carne vendida ilegalmente.

O que faz com que a transformação destes produtos à base de carne seja mais perigoso é o uso de produtos químicos que não se destinam ao consumo humano.

9. Nozes falsificadas

9 escândalos envolvendo alimentos na China (9)

Até onde vai a engenhosidade e maldade das pessoas!

Fornecedores da indústria nogueira encontrram uma forma engenhosa para aumentar os seus lucros, coletando cascas de nozes vazias, enchendo-as com cimento e papel antes de colar as conchas em conjunto e depois as misturam com nozes reais para aumentar a pesagem.

Na China, onde o preço das nozes dispararam de 350 RMB para cerca de 3500 (atingindo até 5.000 RMB em apenas dez anos), esse truque funciona bem para os vendedores que tentam desesperadamente arrecadar mais dinheiro.

Apesar da lista ser maior que esta, o governo chinês está se esforçando para acabar com estes escândalos alimentares e um vislumbre de esperança ainda brilha na indústria de alimentos que ainda assola a China.

O que as mulheres gostam de ver nos homens
Fique longe desses 15 animais mortíferos
Como surgiu o carnaval?
10 segredos escandalosos da Maçonaria






Notícias relacionadas

Os comentários estão fechados.