Foto: Colaboração

 

Moradores de Tijucas do Sul, na região metropolitana de Curitiba, se revoltaram nesta terça-feira (13) com o acumulo de lixo em um barracão do centro da cidade. A principal reclamação é em relação ao forte cheiro em uma área de comércios e residências da cidade, o que motivou uma denúncia à Câmara Municipal. À Banda B, a prefeitura confirmou o problema e garantiu que ele foi provocado por um problema da licitação com a troca da empresa responsável pela coleta.

Para o presidente da Câmara, José Antônio dos Santos, mesmo que a medida seja temporária, ela não se justifica. “É uma coisa que me deixou bem triste, acredito que faltou consciência e deixou uma situação bastante vergonhosa o lixo ali. Tomamos as medidas cabíveis e, pelo que nos informaram o lixo já está sendo retirado”, comentou.

Colaboração

Os moradores relatam que o lixo foi despejado em uma área que costuma ser bastante frequentada na cidade, já que o barracão fica próximo da lotérica e da biblioteca pública de Tijucas do Sul.

À Banda B, o secretário de Agricultura Tiago Luiz Vieira Rocha informou que a medida é emergencial e provisória. “A empresa responsável pela coleta foi trocada, por isso o transtorno. A nova empresa começou e já está tentando regularizar a situação. O que a gente não queria era que o lixo ficasse acumulado nas casas, já que ele fica exposto para bagunça e cachorros podem rasgar. Foi um imprevisto que começou ontem e que acredito que logo estará resolvido”, disse.

Preocupação

Mesmo com a aparente resolução do problema, Santos garantiu que a Câmara irá fiscalizar o novo destino do lixo. “Nossa preocupação agora é para onde vai esse lixo, não adianta tirar de um pátio e incomodar outro vizinho”, concluiu.