(Fotos: Djalma Malaquias – Banda B)

 

Pais, professores e alunos se reuniram neste sábado (11) para revitalizar a praça da Escola Municipal João Macedo Filho, no Jardim das Américas, em Curitiba. O objetivo do projeto, além de deixar o lugar mais agradável para as pessoas, é mostrar para a criançada que a comunidade também pode fazer a sua parte para melhorar a vida pública.

Segundo a diretora da escola, Cristiane Voltolini, o trabalho das famílias e estudantes transformou completamente a praça. “Nós retiramos os entulhos jogados pelos moradores, melhoramos o espaço para evitar a invasão de animais peçonhentos no terreno da escola e fizemos até uma horta. Agora as pessoas poderão fazer o cultivo de alimentos e colher o que quiserem. O nosso maior interesse com tudo isso é trazer a comunidade para ajudar a preservar essa área, que é de todos”, disse ela em entrevista à Banda B.

A professora Virgínia Matias, que também participou do mutirão, contou que o projeto partiu de uma ideia das próprias crianças. “Eu achei uma iniciativa bem ousada e até pensei em não fazer, mas as coisas foram acontecendo e nós conseguimos o apoio da Universidade Federal do Paraná e da Secretaria Municipal do Meio Ambiente. A partir daí, deu tudo certo”.

De acordo com ela, a revitalização não vai parar por aí. A meta é continuar o trabalho de preservação da mata ciliar, que protege o córrego que passa por ali. “Nós sempre temos problemas nessa região, onde fica a escola. Ontem mesmo sofremos uma enchente por causa das chuvas. Por isso, queremos andar com o projeto até chegar no rio, para cuidar e revitalizar”, completou.

Neste sábado, os “Amigos da Escola” pintaram os brinquedos das crianças, o banco da praça, colocaram lajotas e deixaram a marca da mão deles nas paredes. “Essa é uma ótima forma de exercer a cidadania e mostrar que todos somos responsáveis pelo lugar em que vivemos. Como dizia a Madre Teresa de Calcutá, às vezes nós achamos que somos apenas uma gota no oceano, mas uma gota já faz falta no mar”, finalizou.

A alegria das crianças

A criançada adorou fazer parte da revitalização da praça. Para a aluna Alessandra Klostermann, de oito anos, foi uma honra representar a escola nesse projeto. “Nós queremos mostrar que a nossa escola é boa e melhorar a praça, deixar tudo limpinho. As pessoas precisam parar de pichar e destruir as coisas, e começar a ajudar a conservar a natureza”, afirmou.